• (19) 3231-22361
    (19) 99772-5709

  • contato@raquelfacanali.com.br
    raquelfacanali@hotmail.com

  • R. Rafael Sampaio, 241
    Guanabara – Campinas / SP

Dicas para um estilo de vida mais saudável para aqueles que sofrem de artrite reumatoide

BLOG

Dicas para um estilo de vida mais saudável para aqueles que sofrem de artrite reumatoide

A convivência com uma doença crônica é um desafio diário para milhões de pessoas e a artrite reumatoide (AR) é das manifestações clínicas que se engloba nesse contexto. Muitas vezes os problemas com a AR começam ao despertar da manhã, onde uma ou mais articulações apresentam um quadro de rigidez e dores, que podem melhorar, ou não, com o passar do dia, situação essa dependente do grau de inflamação ocasionada pela doença.

A artrite reumatoide é uma crônica, sistêmica e inflamatória que se caracteriza pela destruição da membrana sinovial das articulações, levando à um estado de perda funcional. Esse processo crônico e inflamatório é mediado por ações de citocinas que alteram o comportamento de diversas células, o que pode ocasionar o ataque do sistema imunológico sobre uma ou mais articulações, destruindo-a (s).

Os sintomas da AR não se limitam apenas nas questões físicas, mas também nas psiquiátricas. Fatores de depressão, ansiedade, distúrbios do sono e fadiga extrema são muito comuns nesse público. Parece que a dor constante e diária ocasionada por essa doença ocasiona um desequilíbrio emocional muito forte. A qualidade de vida (QV) dos acometidos pela AR não apresenta uma situação satisfatória.

A  artrite reumatoide pode ser controlada

Apesar da Ar não ter cura, ela pode ser controlada e isso depende muito da conscientização do indivíduo acometido. O acompanhamento clínico constante por um reumatologista se faz necessário para, além do controle medicamentoso, a análise da evolução da doença deve ser vista de perto. O controle alimentar é outra situação que deve ser dados bastante atenção, pois o desbalanço nutricional pode despertar um descontrole do peso corporal, proporcionando um aumento dos processos inflamatórios e/ou acentuação das compressões articulares como, por exemplo, a dos joelhos.

Pessoas que são portadoras dessas doenças podem e devem realizar alguma atividade física supervisionada, exceto em casos agudos de inflamação ou dores. A atividade física proporcionará melhora dos fluídos articulares, da força muscular e da flexibilidade o que pode aumentar a liberdade de movimento das articulações envolvidas, além, é claro, da melhora das funções cardio-pulmonar-vascular, controle do peso corporal e da melhora das condições psíquicas e até sociais.

As mudanças do estilo de vida são importantes para o controle dos sintomas ocasionados pela artrite reumatoide. A busca pelo bem estar físico, psicológico e social deve ser constante e acompanhada por profissionais qualificados (Médicos, Nutricionistas, Educadores Físicos, Fisioterapeutas, Terapeutas Ocupacionais entre outros).

Texto - Professor Rodrigo Joel

Compartilhe
Open chat

© 2019 Raquel Facanali. Desenvolvido por Virtude